Caça-Bombardeiro - Panavia Tornado GR Mk.1

País Origem: Alemanha, Reino Unido, Itália
Construtor: Panavia Aircraft
Função: Caça-Bombardeiro - Multifunção
Peso Vazio: 13.890 kg
Peso máximo/descolagem: 28.000 kg
Comprimento: 16,72 m
Envergadura: 13.91 m a 25° asa estendida, 8.60 m a 67° asa estendida
Altura: 5,95 m
Numero de suportes p/ armas:
Tripulação: 2
Motor: 2 × Turbo-Union RB199-34R Mk 103
Velocidade Máxima: Mach 2.34 (2,417.6 km/h, 1,511 mph)
Altitude máxima: 15.240 m (50,000 Pés)
Autonomia Máxima: 3.890 km
Autonomia Combate: 1.390 km
Velocidade ascensional: 76.7 m/s (15,100 pés/min)
Impulso/peso: 0.55

Canhões
- 2 x 27 mm Mauser BK-27 canhão com 180 ciclos
Misseis Ar-Ar
- AIM-9L/M Sidewinder (Alcance: 18 km)
- AIM-132 ASRAAM (Alcance: 18 km)
- IRIS-T (Alcance: 25 km)
Misseis Ar-Superfície
- Sea Eagle (Anti-navio; alcance: 110km)
Bombas
- Bombas Napalm
- Bombas retardadas
- Bombas BL755 Cluster
- Munições MW-1, JP233,

Arábia Saudita, Alemanha, Reino Unido, Itália

Luftwaffe Tornado ECRDurante 1960, os desenhadores aeronáuticos procuraram desenhos com uma geometria variável para ganhar capacidade de manobra e eficiente comportamento em velocidade de cruzeiro com as asas para a frente e com velocidade com a recolha das asas para trás. A Inglaterra e França iniciou o projecto AFVG (Anglo French Variable Geometry) em 1965, o qual terminou com a saída dos franceses em 1967. Em 1968, a Alemanha, a Holanda, Bélgica, Itália, e Canadá formaram um grupo de trabalho para examinar a substituição para o avião F-104 Starfighter, inicialmente chamado de Multi Role Aircraft (MRA), e mais tarde Multi Role Combat Aircraft (MRCA). A Grã-Bretanha juntou-se ao grupo MRCA em 1968, e foi assinado um memorandum de acordo entre a Inglaterra, Alemanha, e Itália.

O programa foi entendido para produzir um avião para substituir o F-104 de assento único, e os caças de dois lugares para a Grã-Bretanha e Alemanha. O Canadá e a Bélgica saíram em 1969. Permaneceram quatro nações - Reino Unido, Alemanha, Itália, e a Holanda, formada o Panavia Aircraft GmbH em 26 de Março de 1969, apesar de a Holanda ter saído em 1970. O Reino Unido e a Alemanha detém 42.5% da participação, com 15% a ir para a Itália. Foi acordado também o espaço de trabalho para a produção do avião - a parte da frente da fuselagem e cauda na Inglaterra, o centro da fuselagem na Alemanha, e as asas na Itália. Uma companhia separada multinacional, a Turbo Union, foi formada em Junho de 1970 para desenvolver e construir os motores RB199, com participação da Rolls-Royce em 40%, a MTU com 40 %, e a FIAT com 20%.

German Navy Tornado IDSO Tornado foi originalmente desenhado como um caça-bombardeiro para ataque-ao-solo, capaz de descolar e aterrar em curtas distâncias. Isto requer ter uma boa alta velocidade e baixa velocidade em voo. Em geral, um avião desenhado para voar a grandes velocidades tem geralmente fracas baixas velocidades. Para combater esta lacuna o Tornado tem asa variável que avança e recua conforme as necessidades.

O modelo protótipo fez o seu primeiro voo em 14 de Agosto de 1974 na Base Aérea de Manching na Alemanha Ocidental. O GR.1A foi uma variante de reconhecimento do IDS da RAF.

Sem comentários:

Enviar um comentário