Caça-Tanques - M1128 AGS "Stryker"

País Origem:Estados Unidos da América
Construtor: General Dynamics
Função: Caça Tanques
Peso Vazio: 16t
Peso de Combate: 20.25t
Comprimento: 6.95m
Largura: 2.72m
Altura: 2.64m
Tripulação: 3 Homens
Velocidade Máxima: 96km/h
Velocidade em terreno irregular: 39km/h
Motor: Caterpillar C7 260 kW - Potência: 350 cv
Autonomia: 500Km
Sistema de tracção: 8 rodas motrizes
Armamento
- 1 x Royal Ordnance L7 105mm M68A1E4 (Alcance estimado de 4.4Km a 4.4Km)
- 1 x Metralhadora M-240C coaxial 7.62mm
- 1 x Metralhadora M2 Browning 12.7mm
- 2 x Lançadores de Granadas M6
Blindagem
- Resistente a munições de 14.5mm
Estados Unidos da América, Canadá

Caça-Tanques - M1128 AGS Stryker
O final da guerra fria levou os Estados Unidos a modificarem a sua estratégia militar a fim de responderem às novas ameaças. Era agora necessário dispor de forças mais ligeiras mas com grande capacidade de projeção exterior, num curto espaço de tempo e em qualquer lugar do planeta.

Após terem considerado diversas opções, escolheram o canadiano LAV-III que tinha sido inspirado no Suíço Mowag Piranha III. Então aparece o "Stryker", cujo nome vem de dois soldados de infantaria condecorados com a Medal of Honor: Stuart S. Stryker, e Robert F. Stryker.

De todas as versões do Stryker, existe um veículo de apoio de fogos com elevada mobilidade estratégica, e fogo direto de grande potência. Denominada Mobile Gun System (MGS), esta versão tem como principal função o apoio à infantaria e não o combate anti-carro. Este Stryker está equipado com uma torre baixa sem operador e dotada com um carregador automático de munições. O armamento principal é uma peça Royal Ordnance L7 de 105mm (M68A1E4), de origem britânica, já montados nos carros M48A5 e nos primeiros modelos do M1 Abrams.

Os dez primeiros protótipos saíram de fábrica entre Julho de 2002 e Janeiro de 2003. Em 2003 foi decidido o fabrico de mais 72 exemplares. Os Estados Unidos são os únicos utilizadores deste tipo de blindados, que foram usados com sucesso no Iraque.

Sem comentários:

Enviar um comentário